‘Tenho sido um calo no PL 5829’, diz presidente da CME da Câmara

42

O deputado Édio Lopes (PL-RR), presidente da Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, se posicionou a favor de uma regulação da Geração Distribuída, mas que repense o volume dos subsídios concedidos. “Tenho sido um calo na tramitação do PL 5829, entendo que já passou da hora de regulamentarmos a GD no Brasil, mas dentro de níveis aceitáveis com o mundo moderno”, afirmou o deputado Abdib Fórum 2021 – Infraestrutura para a retomada verde nesta quarta-feira, 12 de maio. De acordo com ele, não é possível que se continue a transferir para um número crescente de consumidores os benefícios da GD. Segundo Lopes, após o lançamento do PL 5829, houve um ‘tsunami’ de implantações de conexões de GD no Brasil, o que poderá causar um efeito prejudicial ao sistema.

Canal Energia