TCU impõe revés ao governo e prorroga contrato vencido no Porto de Santos

384

O Tribunal de Contas da União (TCU) impôs uma derrota ao Ministério da Infraestrutura nesta quarta-feira ao decidir, por 5 votos a 3, estender o contrato já vencido da Marimex no Porto de Santos até que haja um novo operador ferroviário do porto. O contrato da atual operadora da ferrovia interna do porto, a Portofer (controlada pela Rumo), vai até 2025. Na visão do governo federal, a decisão trava projetos de expansão da capacidade logística do porto já no curto prazo. Os ministros contrariaram o histórico do próprio TCU, de não renovar contratos sem licitação.

O Globo