Mais de R$ 7 bi em debêntures de infraestrutura devem vir a mercado após leilão da Cedae

48

O mega leilão da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), que movimentou mais de R$ 22 bilhões nesta sexta-feira, deve trazer ao mercado um volume também gigante de debêntures de infraestrutura. A Coluna apurou que mais de R$ 7 bilhões desses papéis, que têm incentivo fiscal para o investidor, devem ser levados nos próximos meses às pessoas físicas. As debêntures farão parte da estrutura de capital de Aegea e Iguá Saneamento, que investiram mais de R$ 15 bilhões e R$ 7 bilhões, respectivamente, em diferentes blocos de exploração da concessão. 

O Estado de S.Paulo