Dois anos após chamar problema de bizarro, Doria tenta resolver acesso para Cumbica

52

Quase dois anos e meio depois que João Doria chamou de “bizarra” a falta de conexão entre a estação de trem da CPTM e o aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, lacuna deixada por seu antecessor Geraldo Alckmin, o governo do tucano ainda tenta evitar que o mandato acabe sem o problema resolvido. A ideia inicial era que houvesse uma estaçaõ da CPTM dentro do aeroporto, o que foi barrado pela concessionária, a GRU Airport. A estação de trem Aeroporto – Guarulhos hoje fica do outro lado da rodovia Hélio Smidt, a mais de 2 km de distância, e quem desemb arca lá precisa pegar um ônibus para chegar aos terminais.

Folha de S.Paulo