Setor aéreo ainda sofre com efeitos da pandemia e busca saídas para contornar a crise

251

De acordo com dados da Associação Brasileira das Empresas Aéreas, a malha doméstica encolheu, até o momento, em abril, 36,8%. As empresas aéreas nacionais registram uma média de 882 partidas diárias, número muito próximo ao que se verificava em setembro do ano passado, com 864 decolagens por dia. Esse índice é o equivalente a 36% da oferta regular. É o terceiro mês consecutivo de redução, após uma tímida recuperação que vinha ocorrendo gradualmente desde maio de 2020. (Jovem Pan)