Isolamento social acelera mudanças de comportamento na área de telecomunicações

313

Com o recrudescimento das medidas de isolamento social em fevereiro de 2021 no âmbito dos estados e dos municípios, mudanças comportamentais observadas desde o período pré-pandemia foram aceleradas, segundo a Vallya.

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o mês de fevereiro registrou aumento nos acessos de banda larga (+ 7,23%) e nos de telefonia móvel (+ 5,25%) na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Por outro lado, houve redução nos acessos de TV por assinatura (- 6,45%) e nos de telefonia fixa (- 7,01%) nesta base de comparação. Os dados retratam a migração das assinaturas de TV digital para os serviços de streaming, bem como a maior penetração de celulares no mercado, em detrimento da telefonia fixa.

Esse cenário está em nova apuração na seção Indicadores de Infraestrutura, que se propõe a demonstrar a evolução da demanda em áreas estratégicas da infraestrutura, servindo como importante termômetro para atividade econômica como um todo. A avaliação semanal é realizada pela Vallya e disponibilizada para a Abdib em parceria exclusiva.

 

Movimentação portuária continua em trajetória de expansão

Os dados disponibilizados pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) apontam para um crescimento de 5,36% na movimentação portuária em fevereiro 2021, quando comparado ao mesmo período do ano passado. No acumulado do ano, a movimentação portuária registra aumento de 9,93%.

Em relação ao tipo de carga movimentada, a única queda foi vista no transporte de Granel Sólido (- 0,59%) em fevereiro de 2021 frente a ao mesmo mês do ano passado. Os demais tipos de carga registraram crescimento de dois dígitos na mesma base de comparação: Carga Conteinerizada (+ 16,28%), Carga Geral (+ 15,40%) e Granel Líquido e Gasoso (+ 11,79%). Vale lembrar que a movimentação geral de cargas do setor portuário cresceu 4,2% em 2020 ante 2019, uma soma final de 1,151 bilhão de toneladas.

 

Painel semanal – Estatísticas semanais divulgadas por órgãos oficiais demonstra resiliência de setores frente à segunda onda de contágio. As atualizações na segunda semana de abril, em comparação ao mesmo período do ano passado, demonstram que a demanda está em patamar superior ao constatado no início da pandemia, embora longe de retomar a normalidade.

Rodovias – A CCR (+ 22,4%) e a Ecorodovias de (+ 54,0%) registraram crescimento na movimentação de veículos durante a segunda semana de abril de 2021 em relação ao mesmo período de 2020. Na segunda semana de abril de 2020, quando comparado ao período equivalente de 2019, tanto CCR (- 37,1%) quanto a Ecorodovias (- 37,6%) registraram queda.

A CCR Mobilidade Urbana registrou crescimento (+ 51,7%) na movimentação de passageiros durante a segunda semana de abril de 2021 quando comparado ao mesmo período do ano passado. Na segunda semana de abril de 2020, quando comparado ao período equivalente de 2019, a CCR Mobilidade teve queda (- 79,3%), segundo apuração da Vallya.

A CCR Aeroportos registrou crescimento (+ 946,3%) na movimentação de passageiros durante a segunda semana de abril de 2021 em relação ao mesmo período de 2020. Na segunda semana de abril de 2020, quando comparado ao período equivalente de 2019, a CCR Aeroportos teve queda (- 97,7%).

Energia elétrica – O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) aferiu crescimento para Carga de Energia (+ 18,8%), para Geração de Energia (+ 18,8%) e na Demanda Máxima Horária (+ 15,3%) na segunda semana de abril de 2021 em comparação com o mesmo período do ano passado. Em abril de 2020, estes indicadores tiveram uma variação negativa entre 10% e 13% em comparação com o período equivalente de 2019.

 

Painel mensal

(clique nas imagens para ampliar)

 

Painel semanal

 

Painel Apple

 

Painel Google