CNS pede retirada de reservas extrativistas de programa ‘Adote um Parque’

49

O Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS) pediu a exclusão de todas as reservas extrativistas (Resex) do programa criado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) para atrair patrocínio privado a unidades de conservação ambiental. Das 132 unidades de conservação incluídas no programa “Adote um Parque”, 50 são classificadas como Resex. Pelas regras do programa, as Resex vão receber R$ 50 por hectare ao ano. O MMA afirma que os investimentos do Adote um Parque podem chegar à casa dos R$ 3,2 bilhões anuais – não se trata de uma outorga – as empresas ‘adotantes’ devem aplicar esse valor em ações de monitoramento, proteção, prevenção e combate aos incêndios florestais, preservação e combate ao desmatamento ilegal e recuperação de áreas degradadas. Foi dado prazo de 15 dias para que o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) e o MMA manifestem-se sobre as alegações do Conselho. Questionado sobre o tema, o ministro Ricardo Salles afirmou que “trata-se de militância política pura”. (Jornal de Brasília)