Aneel acredita que arbitragem é saída para linhão de RR

100

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aposta em arbitragem na Justiça para pacificar embate com a concessionária responsável pela construção da linha de transmissão Manaus-Boa Vista e, assim, viabilizar a retomada das obras. Ontem, o diretor-geral do agência, André Pepitone, reconheceu que a alteração do orçamento original está no centro do embate com os responsáveis pela obra. A Transnorte Energia (TNE) – 51% da Alupar e 49% da Eletronorte – alega ter direito a receber R$ 1 bilhão a mais para colocar o projeto em operação.

Valor Econômico