Investidores lamentam ter ficado de fora do plano de infraestrutura de Biden

89

Executivos das finanças estão lamentando que foram congelados fora dos planos de apoio à dilapidada infraestrutura dos Estados Unidos, enquanto o governo Biden promove uma abordagem de taxar e gastar em projetos de construção. O “plano de empregos americano” do presidente Joe Biden, revelado no mês passado, prevê US$ 2 trilhões de investimentos em rodovias, redes elétricas e outras infraestruturas básicas. Ao mesmo tempo, a Casa Branca apresentou reformas fiscais corporativas que, segundo disse, geraria dinheiro suficiente para pagar pela onda de investimentos em 15 anos.

Folha de S.Paulo