Governo elege Silva e Luna e contém ofensiva de minoritários sobre conselho da Petrobras

80

O governo conseguiu conter ofensiva dos minoritários sobre o conselho da Petrobras e elegeu em assembleia de acionistas nesta segunda (12) sete dos oito executivos que indicou para a renovação do colegiado após debandada provocada pela troca no comando da companhia. No encontro, os acionistas aprovaram também a destituição do presidente da estatal, Roberto Castello Branco, e a nomeação para o conselho de administração de seu substituto, o general Joaquim Silva e Luna — que agora pode ser eleito pelo próprio conselho para comandar a empresa.

Folha de S.Paulo