Rodovia no MS se ‘autofinancia’

32

Em 2013, um grupo de nove construtoras de médio porte surpreendeu o mercado ao vencer a licitação da BR-050, entre Minas e Goiás, que abria uma nova etapa de concessões de estradas federais. O Consórcio Planalto superou grandes empresas e houve quem duvidasse de sua capacidade para assumir o negócio. A rodovia foi a única, no entanto, entre as seis leiloadas naquele pacote, que entregou todas as obras no prazo. A partir daí, ganhou a confiança de investidores e do governo, mas acabou vendendo a operação cinco anos depois.

Valor Econômico