Por popularidade, Bolsonaro flerta com “cloroquina” da energia

41

Se o presidente Jair Bolsonaro usar o poder de sua caneta para consertar as distorções no setor elétrico que provocam uma escalada no preço da energia elétrica, ele poderá decidir por uma solução de caráter estrutural – porém, complexa – que vem sendo discutida por técnicos do Ministério de Minas e Energia e a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Tudo indica, porém, que o presidente tende a escolher saídas mais fáceis para sinalizar cortes imediatos na conta de luz.

Valor Econômico