Lamsa vai à Justiça contra encampação da Linha Amarela

50

A Linha Amarela S.A. (Lamsa) entrou ontem na Justiça para suspender o processo de encampação da via expressa que liga as zonas norte e oeste do Rio de Janeiro. O processo está na 15ª Vara de Fazenda Pública e inclui pedido de liminar para tentar parar o processo. “Claro que a companhia conhece e entende que há o direito do poder concedente de fazer a encampação. Quanto a isso não há dúvida. O que discutimos é a forma como está sendo feita”, diz Eduardo Lima, diretor jurídico da Invepar, controladora da Lamsa, acrescentando que não há direito de fala da companhia, nem uma lista de bens reversíveis, além do cálculo da indenização.

Valor Econômico