“Terei papel ativo no conselho da Eletrobras”, diz Ferreira Júnior

375

De saída da presidência da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior garantiu ontem que terá uma postura ativa no conselho de administração da estatal e defendeu pautas importantes para o plano estratégico da companhia, como a medida provisória (MP) 998, que facilita a retomada da construção de Angra 3. Em evento organizado pelo Credit Suisse, o executivo reafirmou que, embora esteja deixando o comando da estatal, permanecerá no conselho de administração, com o papel de fazer a gestão do projeto de privatização junto aos membros do colegiado. 

Valor Econômico