Demanda nos aeroportos mantém ritmo de recuperação lento e gradual em dezembro

679

A movimentação de passageiros nos aeroportos continua em ritmo de retomada lento e gradual. A demanda segue em patamar muito abaixo em relação a 2019.

No mês de dezembro, houve queda de 44,60% no resultado agregado de passageiros pagos (voos nacionais e internacionais) na comparação com o mesmo período de 2019. A queda foi de 36,62% na demanda de passageiros pagos para voos nacionais e de 79,93% na demanda de passageiros pagos em voos internacionais. Na comparação ano a ano, considerando o acumulado de 12 meses contra o mesmo período do ano anterior, a movimentação de passageiros acumula queda de 56,56%.

Esse cenário está em nova apuração na seção Indicadores de Infraestrutura, que se propõe a demonstrar a evolução da demanda em áreas estratégicas da infraestrutura, servindo como importante termômetro para atividade econômica como um todo. A avaliação semanal é realizada pela Vallya e disponibilizada para a Abdib em parceria exclusiva.

Já a movimentação de cargas no mês de dezembro trouxe uma boa surpresa: a expansão de cargas em voos internacionais, que registrou alta de 7,59% em comparação com dezembro de 2019. A movimentação de cargas em voos nacionais, por outro lado, registrou diminuição de 17,01% na mesma comparação. Na avaliação ano a ano, considerando o acumulado de 12 meses contra o mesmo período do ano anterior, encerrados em dezembro de cada ano, a movimentação de cargas acumulou queda de 17,87%.

Por fim, o indicador RPK (revenue-passenger-kilometer) apresentou queda de 57,05% em dezembro de 2020 comparação com o mesmo mês de 2019. Isso fez com que o desempenho no acumulado de 12 meses, encerrados em dezembro, contra o mesmo período do ano anterior, registrasse uma baixa de 62,16%.

 

Painel mensal

Painel semanal

 

Painel Apple

 

Painel Google