Investimentos em São Paulo foram para transportes

96

Não fossem os leilões de concessão de obras e serviços públicos no setor de transportes realizados nos dois primeiros trimestres do ano pelos governos estadual e federal, os investimentos anunciados no Estado de São Paulo registrariam uma queda notável em 2020. Além de incertezas sobre a evolução da economia que naturalmente balizam as decisões de investimentos, o surgimento dos primeiros casos no País de contaminação pelo novo coronavírus e, em seguida, a declaração da pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS) tornaram o empresariado ainda mais cauteloso a partir de março.

O Estado de S.Paulo