Com recuperação lenta dos reservatórios, conta de luz deve ficar alta até o fim do verão

108

Desde 2012, os reservatórios das hidrelétricas brasileiras sofrem com o ciclo de chuvas mais fraco e dificilmente conseguirão se recuperar este ano, avaliam especialistas, o que manterá as usinas termoelétricas caras e poluentes ligadas até o fim do verão. A conta de luz, que em dezembro disparou 9,34% por causa do risco de desabastecimento de energia, o que levou o governo a acionar as térmicas emergenciais naquele mês, continuará subindo, apesar da bandeira amarela, mas existe folga de oferta no Sistema Interligado Nacional (SIN) que garante o abastecimento, resultado da soma de uma economia fraca à continuidade da entrada de projetos anteriormente contratados, quando se projetava um crescimento vigoroso da economia.

O Estado de S.Paulo