O mercado de seguros quer impulsionar a infraestrutura

1914

A estrutura de garantias – do setor público para o privado e vice-versa – e os mecanismos de alocação e de mitigação de riscos são dois de cinco pilares para um projeto de infraestrutura entregar investimentos no tempo e no escopo contratados. É o que explica Andre Dabus, conselheiro da Abdib e diretor de Infraestrutura da Marsh Corretora de Seguros.

Dabus é defensor histórico da adoção da matriz de riscos no início da formulação das estruturas de financiamento e de garantias dos projetos. Isso possibilita identificar a quantidade de riscos existentes, classificá-los entre seguráveis e não seguráveis e, finalmente, determinar os mecanismos de proteção – um roteiro fundamental para financiar grandes projetos sem a exigência de garantias corporativas. Isso é capaz de impulsionar os investimentos em infraestrutura.

A desregulamentação em andamento para os seguros de grandes riscos e os projetos de lei recentemente aprovados ou ainda em tramitação no Congresso Nacional serão transformadores e vão exigir uma nova postura do mercado de seguros. Conheça os detalhes, entenda os impactos, perceba os benefícios.

Ouça agora! O podcast está disponível no Spotify, Deezer, SoundCloud e iTunes.