Troca de comando na EDP

146

A Energias de Portugal (EDP) informou que o presidente do grupo, Antônio Mexia, e o presidente da EDP Renováveis, João Manso Neto, não serão reconduzidos a novos mandatos. Em julho, os executivos haviam sido suspensos da liderança, no âmbito do processo de “rendas excessivas”, no inquérito que investiga práticas de corrupção na EDP. Haverá uma assembleia geral extraordinária para eleger os diretores para os próximos três anos.

Valor Econômico