Defasagem entre investimentos necessários e realizados permanece elevada em transportes e saneamento

464

Dados apurados anualmente pela Abdib mostram que os investimentos em infraestrutura – consolidados e setorialmente – estão em patamares muito abaixo dos níveis mínimos necessários. Segundo a Abdib, os dados revelam que o setor tem sido sucateado.

O investimento realizado na infraestrutura brasileira somou R$ 123,9 bilhões em 2019, inferior em 31,3% ao pico atingido em 2014, quando foram aplicados R$ 180,3 bilhões no setor em números atualizados.

De acordo com a Abdib, são necessários ao menos R$ 284,4 bilhões de investimentos por ano, o que corresponde a 4,3% do PIB, ao longo dos próximos dez anos, para o país reduzir gargalos ao desenvolvimento econômico e social.

Fonte: Apuração Abdib. Inclui investimentos públicos e privados realizados em 2019 em todos os níveis de governo diante da necessidade anual de investimentos no setor.

 

A defasagem está mais visível nos setores de saneamento básico e de transportes e logística.

Em transportes, são necessários R$ 149,0 bilhões por ano (2,26% do PIB), mas foram investidos somente R$ 25 bilhões em 2019 (0,34% do PIB), juntando investimentos púbicos e privados.

Em saneamento básico, são necessários R$ 30,0 bilhões por ano (0,45% do PIB), mas foram investidos somente R$ 14,4 bilhões em 2019 (0,20% do PIB), juntando investimentos púbicos e privados.

Nos setores de energia elétrica e de telecomunicações, há defasagens, mas em níveis inferiores.

 

Acesse o conteúdo completo do Livro Azul da Infraestrutura.

 

Em energia elétrica, são necessários R$ 55,4 bilhões por ano (0,84% do PIB), mas foram investidos somente R$ 51,4 bilhões em 2019 (0,71% do PIB), juntando investimentos púbicos e privados.

Em telecomunicações, são necessários R$ 50,0 bilhões por ano (0,76% do PIB), mas foram investidos somente R$ 33,1 bilhões em 2019 (0,46% do PIB), juntando investimentos púbicos e privados.

No total, são necessários R$ 50,0 bilhões por ano (0,76% do PIB), mas foram investidos somente R$ 33,1 bilhões em 2019 (0,46% do PIB), juntando investimentos púbicos e privados.

Para a Abdib, considerando o nível de defasagem nos investimentos, é fundamental a complementariedade entre o setor público e privado para assegurar o incremento da taxa de investimento no setor.

 

Fonte: Apuração Abdib. Inclui investimentos públicos e privados realizados entre 2010 e 2019 em todos os níveis de governo. Números atualizados a preços de 2019.

 

Desde 2014, quando o Brasil conseguiu investir R$ 180,3 bilhões na infraestrutura, ponto máximo da história recente, os valores de investimentos anuais na infraestrutura brasileira caíram drasticamente, fazendo com que o hiato entre a realidade do que é investido e a necessidade de investimento anual permaneça muito grande em um país com deficiências históricas no acesso e na qualidade da infraestrutura.

Nos últimos quatro anos, o país investiu apenas 120 bilhões por ano em média, quando são necessários R$ 300 bilhões por ano de investimento na infraestrutura brasileira. Dessa forma, segundo números da Abdib, o hiato entre realidade e necessidade de investimentos é R$ 180 bilhões por ano.

 

Acesse o conteúdo completo do Livro Azul da Infraestrutura.

 

Leia também:

Governos federal e estaduais preparam 1.200 oportunidades para investimento do setor privado

Estudo mostra contribuição de novas concessões na projeção de investimento até 2025 em transportes e saneamento

Focados em transportes e saneamento, 50 projetos superam R$ 1 bilhão em investimento