Participação da Huawei no 5G ganha força

59

O governo Jair Bolsonaro já admite, reservadamente, recuar na ideia de banir a chinesa Huawei da disputa pela construção da infraestrutura de telefonia 5G. A mudança, por ora ainda tratada como uma possibilidade entre assessores do presidente, seria uma consequência da vitória de Joe Biden nos Estados Unidos. Não se espera, no Palácio do Planalto e no Itamaraty, discurso de confrontação com o futuro presidente americano. Nos bastidores, o que se diz é que compromissos com Donald Trump terminam com o mandato do atual presidente.

Valor Econômico