Governo do Piauí conclui PPP das Miniusinas de Energia Solar

400

Com a contratação dos últimos dois lotes da disputa, a PPP irá resultar em mais de R$ 150 milhões em investimentos ao longo dos 25 anos de contrato e gerar uma economia mensal de 23% nos gastos do Estado com energia para abastecer os órgãos públicos, totalizando cerca de R$ 7 milhões ao ano. O Consórcio Energia Sustentável, composto por empresas de São Paulo e do Distrito Federal, arrematou o lote 3 e vai investir R$ 40.949.046,04.  Já o lote 4 foi arrematado pela empresa goiana Brenge Par Engenharia e Participação, que deve investir R$ 35.627.538,50. Os outros dois lotes foram homologados no último dia 5 de outubro, com o Consórcio Energia Sustentável do Piauí arrematando o lote 1, com investimento previsto de R$ 40.949.946,04; e o lote 2 sendo arrematado pelo Consórcio Gm-Energia, composto por empresas de São Paulo e Pernambuco e que deve investir R$ 32.821.417,99 no projeto. Cada lote será composto por duas miniusinas, cada uma com 5Mw de produção.