Fim

8727

O conselho da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) aprovou o processo de liquidação da empresa: em seis meses, a estatal paulista deixará de existir, conforme decisão do governo do Estado. Os quatro diretores da Dersa foram destituídos e um liquidante executará a gestão jurídica da empresa em seus dias finais. Entre 300 e 400 funcionários deverão ser desligados ao final do processo.

O Estado de S. Paulo