Governo do Estado de São Paulo lança pacote de retomada econômica

550

o governo paulista tem como objetivo atrair investimentos na ordem de R$ 36 bilhões de reais nos próximos dois anos e gerar 2 milhões de empregos em quatro anos – “é o mais audacioso plano de desenvolvimento econômico já realizado em São Paulo” afirmou o governador João Doria (PSDB). As ações do plano estão delineadas em seis eixos: infraestrutura, dinamismo setorial, ambiente de negócios, desenvolvimento sustentável, redução de desigualdades e internacionalização. No setor da infraestrutura, vale destacar que as ações do plano já estavam previstas anteriormente: são 19 projetos de concessão e parceria público-privada, em áreas como ferrovias, rodovias e aeroportos, entre outros setores. O principal ativo elencado pelo governo durante coletiva de imprensa foi o Trem Intercidades, que ligará São Paulo à Campinas, com investimentos previstos na ordem de US$ 1,4 bilhão e demanda projetada de 565 mil passageiros/dia. De acordo com Doria, o governo fará nova rodada para apresentação destes projetos aos investidores internacionais em países como Estados Unidos, Canadá, Coreia do Sul, Japão e China, além de regiões como Europa e Oriente Médio.

Outra ação destacada no plano de retomada (e também já prevista anteriormente) são os polos de desenvolvimento econômico, que conta com apoio técnico da Investe SP e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Os polos servem para direcionar investimentos produtivos para regiões com determinadas vantagens comparativas mapeadas pelo Estado, através de medidas como a desburocratização (ex: fast-track para licenças), vantagens fiscais (isenções de impostos) e capacitação de mão-de-obra local. De acordo com Henrique Meirelles, secretário de Fazenda e Planejamento, o estado deverá contar com crescimento do PIB de 5% no próximo ano.