IPO de fundo de infraestrutura atrai 3,8 mil pessoas físicas

141

A mais recente abertura de capital de um fundo de participação em infraestrutura (mais conhecido como FIP-IE) na B3, atraiu 3,8 mil pessoas físicas. A demanda superou a oferta em mais de três vezes, o que impôs rateio das cotas e evidencia a busca frenética dos investidores por novos ativos, com os juros reais perto de ficar zero no Brasil. O fundo em questão, cuja oferta somou R$ 480 milhões, é o Prisma Proton Energia. Fundos de infraestrutura têm um diferencial que funciona como um imã para os investidores: isenção de imposto de renda nos rendimentos (leia-se dividendos) e no ganho de capital. Quem teve acesso ao Prisma Proton Energia, contudo, faz parte de um grupo seleto, o dos investidores qualificados, que são aqueles com mais de R$ 1 milhão em investimentos financeiros.

O Estado de S. Paulo