Fim de regimes especiais e uso de créditos de tributos causam preocupações

77

As três principais propostas de reforma tributária que tramitam no Congresso acabam com uma série de benefícios fiscais, entre eles, regimes especiais, o que tem mobilizado setores em busca da manutenção de algumas das regras atuais. Rafael Santos, sócio em Tributário do Cescon Barrieu, afirma que o fim do Reidi (regime de incentivos para o desenvolvimento da infraestrutura) pode encarecer o custo de projetos em diversas áreas, como energia. Esse benefício permite fazer a aquisição de máquinas e equipamentos com isenção de PIS/Cofins.

Folha de S. Paulo