Congresso trabalha para aumentar orçamento para ação ambiental

296

A preservação do meio ambiente e o desenvolvimento com sustentabilidade ambiental foram temas discutidos em evento promovido pela Abdib com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Ele foi perguntado pelos empresários sobre o plano de ação da Câmara dos Deputados para reduzir os possíveis danos, para a economia e para a atração de investimentos, na repercussão negativa da imagem do país no exterior sobre a preservação da Amazônia.

Maia respondeu o Congresso Nacional trabalha para que o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, tenha condições para recuperar a capacidade de fiscalização dos órgãos ambientais, com estrutura e orçamento para isso. “Não é (necessário) muita coisa, é orçamento pequeno”, adicionando que União e estados precisarão trabalhar de forma integrada nas ações visando a preservação da Amazônia.

Projetos de lei – Além disso, Maia disse que indicou uma comissão formada por deputados das bancadas parlamentares do meio ambiente e do agronegócio para discutir dois ou três projetos de lei importantes para a preservação ambiental, indicando que serão tratados por exemplo, temas como punição maior para os responsáveis pelo desmatamento e regras para um mercado de carbono para atrair recursos necessários para manter a floresta de pé. “O grupo está discutindo, mais uma semana conseguiremos fechar a agenda que dará equilíbrio ao agronegócio e ao meio ambiente”, informou.

Rodrigo Maia discorreu sobre o papel da Câmara dos Deputados para reduzir danos à imagem do país por causa do desmatamento da Amazônia ao participar do webinário Infra para Crescer – Caminhos para Superar a Crise, organizado pela Abdib no dia 6 de agosto. O debate contou ainda com a participação de André Clark, presidente da Siemens Energy Brazil e vice-presidente do Conselho de Administração da Abdib; Jorge Nemr, sócio do escritório Leite, Tosto e Barros Advogados, além de conselheiro e coordenador do comitê de Ética e Responsabilidade Social da Abdib; Luiz Sérgio Vieira, CEO da EY Brasil e conselheiro da Abdib; Venilton Tadini e Ralph Terra, presidente-executivo e vice-presidente-executivo da Abdib, respectivamente. A transmissão ao vivo estará disponível no canal da Abdib no YouTube.

O presidente da Câmara dos Deputados avalia que o investidor trata os assuntos ambientais como pré-condição para os investimentos e o Brasil terá de decidir se quer mais investimento privado. “Eu defendo essa agenda de preservação do meio ambiente, mas mesmo aqueles que não defendem vão ter de avaliar quais são as prioridades para o país crescer”, disse.

 

Leia também sobre o mesmo assunto:

Agosto marcará a retomada das votações sobre infraestrutura, indica Rodrigo Maia

Maia afirma que reforma tributária da Câmara tem apoio de governadores e prefeitos

Para Rodrigo Maia, é preciso “sentar em cima do teto” e “não deixar passar R$ 1”

Saneamento: Quem restringir investimento privado vai repensar modelo, diz Maia

Câmara vai retomar votação de projetos do setor energético ainda em agosto

“Sou a favor da securitização”, afirma presidente da Câmara dos Deputados