Vivo, Tim e Claro vão ao Cade apresentar proposta pelos ativos da Oi Móvel

75

Com o fim da exclusividade da Highline pelos ativos da Oi Móvel, o trio formado por Telefônica Vivo, Tim e Claro começa agora uma fase de conversas preliminares com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) para explicar a proposta — e tentar antecipar eventuais problemas que possam atrasar a análise do caso pelo órgão antitruste. Segundo fontes, as três empresas farão um primeiro movimento de procurar o Cade já nos próximos dias. A proposta conjunta, que avalia a Oi Móvel em R$ 16,5 bilhões, já foi desenhada de forma a reduzir os efeitos da concentração.

O Globo