Congresso deve limitar plano para tirar obras de habitação e saneamento do teto de gastos

69

Ministros da área de infraestrutura e do Palácio do Planalto articulam com parlamentares uma forma de conseguir driblar o teto de gastos neste ano e liberar verba para obras, como saneamento e habitação, sem a trava fiscal. A manobra, porém, enfrenta resistência no Congresso e a percepção é que não vai avançar, pelo menos integralmente, no Legislativo. A regra do teto de gastos impede o crescimento das despesas públicas acima da inflação.

Folha de S. Paulo