Apoio a elétricas não elimina risco para distribuidoras

152

A “Conta Covid”, linha de apoio ao setor elétrico que envolve um financiamento de R$ 15,2 bilhões por meio de um sindicato de 16 bancos, não é suficiente para eliminar o risco de desequilíbrio econômico financeiro dos contratos de concessão das distribuidoras de energia. A conclusão é de estudo inédito feito pelo Instituto Acende Brasil que analisa os impactos da covid-19 sobre o setor elétrico e as medidas para mitigar seus efeitos.

Valor Econômico