Alterações dificultam aprovação e MP 950 pode caducar

69

A Câmara dos Deputados encerrou na madrugada desta quinta-feira, 30 de julho, uma sessão de 16 horas de duração sem votar o parecer do deputado Léo Moraes (Podemos-RO) à Medida Provisória 950. Com isso, crescem as chances de que a MP perca a validade na próxima quarta-feira, 5 de agosto, uma vez que ela teria de passar pelos plenários da Câmara e do Senado. Para o governo, o melhor dos cenários é a caducidade da MP, que já surtiu os efeitos desejados. Entre eles está a isenção emergencial da conta de energia para os beneficiários da tarifa social e a operação de empréstimo da Conta Covid, destinada a garantir liquidez ao setor elétrico.

Canal Energia