“Se atrasar muito o leilão do 5G, podemos perder a capacidade de inovar”

110

Foi dada a largada para a corrida da implantação do 5G no Brasil. Esta semana, a Claro estreia uma oferta de serviços em 5G utilizando uma infraestrutura da Ericsson. E ontem a TIM anunciou que vai estrear em 3 cidades em setembro. A fabricante sueca de equipamentos de telecomunicações, que compete com Nokia e Huawei, anunciou no final do ano passado investimentos de R$ 1 bilhão para ampliar sua fábrica em São José dos Campos (SP), com uma nova linha de montagem exclusivamente dedicada a produtos de tecnologia 5G. Mas apesar de toda a movimentação das empresas, o país segue sem definir quando e em que condições será o leilão da nova tecnologia. A coluna conversou com o presidente da Ericsson, Eduardo Ricotta, sobre os desafios e oportunidades da nova tecnologia.

O Globo