Com novos donos, Argo mira aquisições e leilão

133

Próxima de concluir a construção de seus primeiros projetos de transmissão no Brasil, a Argo Energia planeja agora uma segunda onda de crescimento no país. Vendida pela Pátria Investimentos à colombiana Energía de Bogotá e à espanhola Red Eléctrica, por R$ 3,5 bilhões, no fim do ano passado, a empresa mira oportunidades de aquisições no setor e o próximo leilão de transmissão, que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) pretende realizar no fim do ano.

Valor Econômico