MP das empresas aéreas tem alta chance de aprovação

178

Um dos primeiros itens da pauta é a Medida Provisória (MP) 925, editada para ajudar as empresas do setor aéreo durante a pandemia. O texto chegou a constar na pauta do plenário da Câmara, mas foi retirado após pedido do ministro da Economia, Paulo Guedes. O chefe da equipe econômica pediu que Arthur Maia (DEM-BA) fizesse alterações no texto. O relator, então, solicitou que a análise fosse adiada para esta semana para que pudesse avaliar os pedidos de Guedes. Para não perder a validade, o projeto precisa ser aprovado pela Câmara e pelo Senado até 16 de julho.

Valor Econômico