Abdib defende ‘venda de dívida tributária’ para dar fôlego a Estados e investimentos

626

Na semana em que o governo lançou um novo refil para renegociar dívidas tributárias, a Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib) passou a defender a aprovação do projeto de lei que permite à União, Estados e municípios vender o direito de cobrança de uma dívida parcelada – a chamada “securitização”. A proposta poderia render R$ 75,9 bilhões aos entes federativos, sendo R$ 19,4 bilhões aos Estados. Vários governadores já sinalizaram que o socorro da União, de R$ 60 bilhões, não será suficiente para fazer frente à crise.

O Estado de S. Paulo