Leilões de rodovias terão trava para repasse de ágio às tarifas

47

O Ministério da Infraestrutura e o BNDES anunciaram, nesta quinta-feira (21), um cronograma de leilões de quatro grandes projetos que, sozinhos, devem responder por quase metade dos R$ 250 bilhões em investimentos previstos pelo programa de concessões federais até 2022.  O banco, que assinou contrato com o ministério para fazer a modelagem das concessões, prevê que os certames ocorrerão até julho de 2021 (portos de Santos e São Sebastião, setembro de 2022 (cerca de 7.200 km de rodovias) e dezembro de 2022 (portos de Vitória, Vila Velha e Barra do Riacho).

Folha de S. Paulo