Volta ao consumo deve ser lenta por medo do coronavírus, diz presidente do BC

51

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que a volta ao consumo tende a ser lenta independentemente da intensidade do isolamento social por causa do novo coronavírus. Segundo ele, haverá o “fator medo” na retomada das atividades econômicas. Campos Neto participou na noite desta quinta-feira (20) de evento virtual da Abdib (Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base).

Folha de S. Paulo