Governo federal recebe da Abdib análise com visão integrada sobre setor elétrico

157

A Abdib entregou para a Secretaria de Desenvolvimento da Infraestrutura (SDI) do Ministério da Economia, órgão que coordena a interlocução, a análise e o encaminhamento de soluções para problemas enfrentados pelas empresas de infraestrutura causadas pela pandemia do novo coronavírus, um documento preparado pelo Comitê Estratégico do Setor Elétrico.

A visão da Abdib engloba necessidades das áreas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, de forma abrangente e integrada, incluindo diretrizes e propostas para solucionar os desafios existentes.

O documento indica algumas diretrizes para garantir liquidez e solidez financeira ao setor elétrico, bastante impactado pela queda da demanda e elevação da inadimplência derivadas da crise, o que impactou o fluxo de receitas de forma significativa.

Em seguida, foi realizada uma reunião do Comitê Estratégico do Setor Elétrico com integrantes da secretaria, no dia 27 de abril, quando os executivos presentes avaliaram temas inseridos na análise da Abdib.

As proposições feitas pela Abdib serão analisadas e discutidas em próxima reunião a ser programada com autoridades do setor elétrico, como Ministério de Minas e Energia (MME), Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e demais órgãos, além da equipe do Ministério da Fazenda e do comitê da Abdib.

LEIA MAIS>> Abdib retoma agenda de desenvolvimento de hidrelétricas com governo

Situação crítica – Os empresários destacaram que é importante dar liquidez ao setor de distribuição de energia rapidamente, pois já há efeitos intensos da queda do consumo, podendo impactar a saúde financeira de todo o setor.

Também apontaram que é importante que haja interlocução e governança entre órgãos públicos para encaminhar respostas ao setor elétrico com urgência. Há receio que um crescimento da inadimplência resulte em muitas ações judiciais entre agentes do setor.

Projetos de lei no radar – Os integrantes do governo federal informaram que reconhecem o senso de urgência com o qual e preciso dar respostas para problemas como liquidez e reequilíbrio econômico financeiro no setor elétrico. Está em desenvolvimento iniciativa entre BNDES e bancos comerciais e públicos para criar solução de crédito sindicalizada para as empresas.

Além disso, diante de restrições fiscais e macroeconômicas, o governo federal trabalha para que projetos de lei importantes para o setor, como o que propõe solução para o risco hidrológico e o que prevê modernizar o modelo setorial, avancem no Congresso Nacional.