Por que é importante investir em ferrovias

3941

Apesar do investimento destinado à malha ferroviária brasileira desde 1996, início das concessões ao setor privado, ainda há muito a ser feito nesse setor.

Cerca de 15% das cargas no país são transportadas por ferrovias, segundo dados da Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF).

Nos Estados Unidos, a participação das ferrovias na matriz de transportes chega a 43%. Na China, alcança 37% e, na Rússia, 81%.

Os EUA contam com a maior malha ferroviária do mundo, que totaliza 293,6 mil quilômetros. Por aqui, temos um décimo desse total, ou 29,2 mil quilômetros. Mesmo assim, nem toda essa extensão está em operação comercial.

De 1996 a 2018, foram investidos R$ 72 bilhões nas ferrovias brasileiras.

Com algumas políticas públicas em condução pelo governo federal, bilhões em investimentos estão previstos até 2033. Com eles, o plano é transportar por ferrovias 30% de todas as cargas movimentadas no Brasil.

A ampliação da malha ferroviária reduz custos de logística, aumentando a competitividade do país.

Além disso, beneficia o meio ambiente. Um vagão graneleiro de 100 toneladas substitui quase quatro caminhões. É o tipo de transporte ideal para longas distâncias como é comum no Brasil.