“Plano B é fechar para liquidação”, diz Caiado

213

O governo de Goiás adiou por tempo indeterminado a oferta de ações da estatal Saneago. O motivo seria uma espécie de boicote vindo de Brasília, mais especificamente da Secretaria Especial de Privatizações do Ministério da Economia. Também pesou contra a operação a malsucedida venda da distribuidora de energia Celg ao grupo italiano Enel, em 2016. Em entrevista ao Valor, o governador Ronaldo Caiado (DEM) informou que os grupos EDP e Equatorial já manifestaram interesse em assumir a distribuição de energia no Estado.

Valor Econômico