Enel volta a avaliar ativos no setor de distribuição

202

Em 2020, o grupo italiano Enel poderá voltar a fazer aquisições de distribuidoras de energia no Brasil, segundo Francesco Starace, CEO global da companhia. No último ano, a empresa passou por um período de “digestão”, após a compra de grandes ativos: a distribuidora de Goiás, no fim de 2016, e a Eletropaulo, em maio de 2018. Com isso, o grupo abriu mão de participar dos leilões de desestatização da Eletrobras realizados no segundo semestre do ano passado – embora o pacote da estatal incluísse ativos interessantes ao grupo, como as companhias no Piauí e em Alagoas.

Valor Econômico