Aneel quer reduzir valor da bandeira tarifária amarela

177

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve reduzir, até o fim do mês, o valor adicional cobrado pela bandeira tarifária amarela, que em 1º de julho subiu de R$ 1,00 a cada 100 killowatts-hora (kWh) consumidos para R$ 1,50. Atualmente, é essa bandeira que está em vigor no país por causa do aumento de custo da geração em período de baixa no nível dos reservatórios das hidrelétricas. O compromisso foi assumido pelo diretor-geral da Aneel, André Pepitone da Nóbrega, com o deputado Joaquim Passarinho (PSD-PA). Com a mudança, a bandeira custará R$ 1,34/100 kWh.

Valor Econômico