Saneamento: falta de segurança para investimentos ainda é o gargalo do setor

455

Grandes fundos investidores nacionais e estrangeiros querem entrar no Brasil no setor de saneamento, considerado uma grande oportunidade pois apenas metade da população tem acesso a redes de esgoto. Mas o país segue sem um marco para o setor, o que torna os investimentos inseguros e afasta esses investidores.

No painel sobre Saneamento do Abdib Fórum Infraestrutura Regional – Nordeste, os palestrantes debateram sobre os riscos para esse tipo de investimento. Segundo Guilherme Albuquerque, do departamento de desestatização do BNDES, numa pesquisa apenas ¼ das cidades tinham legislação adequada para fazer concessões da área de saneamento.

Segundo Angelo Castro, diretor da Solvi, há estudos mostrando práticas de excelência que é necessário tempo, planejamento e metas para que o sistema funcione. Teresa Vernaglia, da BRK Ambiental, lembrou que há um alinhamento para os investimentos na área, mas é essencial que haja segurança jurídica para os investimentos.

Verônica Rios, secretária de coordenação do PPI, e Jônatas Castro, secretário executivo da Secretaria de Governo, reafirmaram que o governo segue empenhado em aprovar no Congresso Nacional um novo marco legal para o saneamento. O governo já tentou duas vezes aprovar medida provisória com o novo marco, mas não se chegou a um acordo no Congresso Nacional para votação.

Conteúdo produzido pela Agência iNFRA especialmente para o portal da Abdib.