Costa diz que metas para infraestrutura são ‘pé no chão’ e vê PIB a 4% em 2022

180

O secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos da Costa, afirmou nesta quinta-feira, 1, que as metas do Pró-Infra, programa do governo federal destinado ao estímulo em investimento privado em infraestrutura, são “muito pé no chão”. As metas são três e todas têm o ano de 2022 como prazo: elevar o investimento como proporção do PIB de 1,6% para 3,8%; aumentar o estoque de infraestrutura de 36% para 38% do PIB; e fazer o Brasil subir dez posições em ranking global de competitividade, de 81º para 71º.

A Tarde