Incentivo à pessoa física em debênture pode afetar projeto

275

O incentivo para o investidor pessoa física na compra das debêntures de infraestrutura, via isenção de Imposto de Renda (IR), sempre incomodou grandes investidores por levar ao achatamento das taxas de retorno desses papéis. Mas, de uns meses para cá, as críticas de parte das empresas também cresceram. Episódios recentes em que companhias enfrentaram percalços e tiveram de renegociar e redimensionar projetos financiados por essas debêntures ilustram como a pulverização desses papéis em milhares de investidores individuais pode dificultar a reunião de todos eles em assembleia, imprescindível para rever os termos de uma transação.

Valor Econômico