SP e MG querem usar a outorga de ferrovias em projetos de mobilidade

335

Os governos de São Paulo e de Minas Gerais entraram na briga por recursos da União que vão ficar disponíveis com a renovação antecipada das concessões de ferrovias e com a devolução de trechos sem uso pelas operadoras. A ideia dos paulistas e mineiros é obter parte do dinheiro para ajudar no financiamento de megaprojetos na área de mobilidade, como o Trem Intercidades (São Paulo-Campinas) e a ampliação do metrô de Belo Horizonte.

Valor Econômico