Brasil dobrará potência eólica até 2026, diz estudo

112

O Brasil deve passar a ser o 8º país com maior potência instalada em geração eólica até 2026, praticamente dobrando sua capacidade instalada na fonte para algo perto de 25 gigawatts (GW), de acordo com um estudo da consultoria A.T. Kearney, obtido com exclusividade pelo Valor. Um dos principais fatores que favorecem o país é a qualidade dos ventos. Enquanto o fator de capacidade (proporção entre a produção efetiva da usina e a capacidade total máxima) média global é de 28%, o Brasil supera 50%, e deve chegar a 63% em 2021, segundo o estudo.

Valor Econômico