Iberdrola quer retomar oferta de ações da controlada Neoenergia

551

A multinacional espanhola Iberdrola, controladora da Neoenergia, pretende investir de R$ 25 bilhões a R$ 30 bilhões no Brasil até 2023. Cerca de metade dos aportes totais deve se concentrar no segmento de distribuição de energia elétrica e outros R$ 7 bilhões nas linhas de transmissão arrematadas em leilões recentes, segundo José Ignacio Sánchez Galán, CEO e presidente do conselho de administração da empresa. Em entrevista ao Valor à margem do Fórum Econômico Mundial, em Davos, o empresário disse que o discurso do novo governo brasileiro aos investidores internacionais “soa francamente bem” e afirmou que a Neoenergia “sem dúvida” tem ambições de crescer na área de transmissão.

Valor Econômico