Ministro defende retomada de Angra 3 ‘sem preconceitos’

65

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, voltou a defender nesta quarta-feira, em café da manhã com jornalistas, a retomada do projeto da usina nuclear Angra 3. Segundo ele, o governo buscará viabilizar o empreendimento economicamente para que entre em operação em janeiro de 2026. “Como falei na minha posse, esse tema deve ser discutido sem preconceitos”, afirmou. Albuquerque ressaltou novamente que apenas três países no mundo, incluindo o Brasil, possuem grandes reservas de urano e dominam a tecnologia nuclear. Isso, segundo ele, faz os projetos de geração de elétrica a partir de usinas nucleares estratégicos se forem consideradas as dimensões territoriais e as demandas da população.

Valor Econômico