Investimento estrangeiro cai na AL e não deve aumentar

1900

O fluxo de investimento estrangeiro direito (IED) caiu em 2017 na América Latina e dificilmente irá aumentar neste ano e nos próximos. Dados divulgados ontem pela Comissão Econômicas para a América Latina e o Caribe (Cepal), ligada à ONU, mostram que no ano passado houve queda de 3,6% no fluxo de IED para US$ 161,6 bilhões. Temores de guerra comercial mais ampla já estão afetando os investimentos.

Valor Econômico